Sessão Pública de Apresentação PEN-3S (Portuguese elderly nutritional status surveillance system)

O arranque do projeto PEN-3S (Portuguese elderly nutritional status surveillance system) foi marcado pela primeira sessão pública de apresentação do projeto, que decorreu no passado dia 16 de Junho de 2015, na Faculdade de Medicina de Lisboa. 

A mesa de abertura esteve a cargo do Professor DoutIMG_2795or Miguel Castanho, Subdiretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e da Professora Doutora Fátima Reis, em representação do Instituto de Saúde Ambiental da mesma instituição.

O Professor Doutor João Gorjão Clara, Investigador Principal do projeto, conduziu a plateia numa viagem sobre a evolução do conceito da velhice até ao enquadramento do “idoso na sociedade contemporânea”.

Para apresentar o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física (IAN-AF), projeto associado ao PEN-3S, esteve presente a Professora Doutora Carla Lopes, investigadora principal do projeto.

A Coordenadora Executiva do PEN-3S, Dra. Teresa Madeira, apresentou os objetivos e aspetos metodológicos da investigação. Salientou que o projeto contempla duas componentes: avaliação do estado nutricional dos idosos e desenvolvimento de um sistema eletrónico de vigilância do estado nutricional. Na primeira componente, a realizar em articulação com o inquérito alimentar nacional, foram salientadas algumas especificidades da população idosa e o facto de a componente de avaliação do estado nutricional no âmbito do PEN-3S contemplar idosos institucionalizados.

A sessão de apresentação, mais do que apresentar o projeto, tinha como objetivo apresentar a oportunidade de envolver atores e agentes com interesse nesta temática e promover debate sobre detalhes metodológicos da investigação, particularmente, da componente de construção de um sistema de vigilância do estado nutricional dos idosos. A partilha de experiências e o entusiasmo da plateia refletiram o desafio sobre o qual estamos presentes. Evidenciou também a necessidade de conhecer o estado nutricional dos idosos e seus determinantes e, mais ainda, de pensar formas de prevenir estados de malnutrição nesta população particularmente vulnerável.

 

IMG_2720IMG_2787